Página incial Destaque Ex-jogador do Flamengo aponta caminho para Gabigol seguir como protagonista no clube

Ex-jogador do Flamengo aponta caminho para Gabigol seguir como protagonista no clube

2
0

Gabriel Barbosa é o principal nome do time do Flamengo. Contratado em 2019, o atacante vem escrevendo uma história com o Manto Sagrado. Superando recordes atrás de recordes, o camisa 9 tem números que chamam atenção. Não à toa, o retorno à Europa é sempre debatido na imprensa esportiva, no entanto, o ex-jogador Zinho aposta na permanência de Gabi no futebol brasileiro.

Durante o Futebol na Veia, da ESPN, o atual comentarista foi questionado sobre Gabriel se tornar o maior artilheiro do Campeonato Brasileiro, superando Roberto Dinamite com 190 gols. Até o momento, Gabi tem 88 gols na competição nacional, sendo 42 pelo Rubro-Negro. Para Zinho, as condições tem de ser favoráveis ao atacante para ele manter os mesmos números.

– No Brasil, ele tem que continuar no Flamengo ou em um time que dê os melhores companheiros ao lado dele. Não duvido da capacidade de finalização dele. Eu não acredito é que ele vai alcançar o Roberto porque não acho que ele vai ficar 7-10 anos nesse nível ou jogando em um time com essa mesma capacidade. Isso tudo eu tenho dúvidas. Se ele for para Europa, ele vai ser mais um, não vai ser protagonista como ele é no Flamengo – antes de continuar:

– Se eu fosse o Gabigol, eu ficaria no Brasil. Aqui ele sobra, ele é diferente. O que ele faz no Flamengo, coloca ele na Seleção Brasileira. Mas acho que o Tite não o tem como peça chave, ele convoca o Gabriel pelos números que ele tem, é quase obrigado a convocar. Se eu fosse ele, não iria para Europa. Ele teria que ter coisas que não tem no Brasil: obediência tática, disciplina e jogo coletivo – finalizou.

Cabe ressaltar que Gabigol já atuou no futebol europeu. Entretanto, o atacante não teve muito destaque defendendo a Inter de Milão (Itália) e Benfica (Portugal). Não à toa, disputou somente as temporadas de 2016/17 e uma parte de 2018, quando retornou ao Santos. Na Europa, foram apenas 15 partidas disputadas somando as duas equipes e apenas dois gols marcados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Faça seu comentário
Digite seu nome