Página incial Destaque Flamengo tenta público no Maracanã, mas já pensa em alternativas, afirma portal

Flamengo tenta público no Maracanã, mas já pensa em alternativas, afirma portal

2
0

O Flamengo encara, nesta quarta-feira(21), o Defensa y Justícia no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Além de ser importante para o restante da temporada, a partida marcará a volta do público aos jogos do Flamengo.

Em caso de classificação, a diretoria do Fla já faz movimentos para continuar a ter o público nos jogos como mandante. De acordo com o portal UOL, o Rubro-Negro ainda insiste com as autoridades municipais do Rio de Janeiro para ter o Maracanã, porém, em caso de negativa, o clube já pensa em outras alternativas.

Flamengo Maracanã
Em2019, o Flamengo bateu o Palmeiras no Maracanã lotado. FOTO: Alexandre Vidal/CRF

Ainda segundo o portal, uma das alternativas seria mandar os jogos em João Pessoa, que se mostra favorável em receber uma possível partida de quartas de final. Representantes da prefeitura da capital da Paraíba já teriam sinalizado positivamente ao Flamengo.

Veja mais: Relembre como foi o último jogo do Flamengo com público na Libertadores

Caso se classifique nesta noite, dificilmente o Flamengo irá abrir mão de ter parte do estádio liberado em seus jogos como mandante. Na última tentativa de liberar o Maracanã, as autoridades foram contrárias à liberação, fato que fez o Fla levar sua partida para o Mané Garrincha, em Brasília.

Partido político entrou com ação para tentar vetar o público em Brasília

Enquanto o Flamengo comercializa os ingressos para o retorno do público, ocorrem movimentos contrários que tentam impedir que o Mané Garrincha receba torcedores nesta quarta-feira.

De acordo com o GE, o advogado José da Silva Moura Neto entrou com um pedido de liminar que foi negado pela juíza da quarta Vara da Fazenda Pública do DF, Indiara Serra.

No entanto, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) também ingressou com uma ação para anular o decreto que libera o retorno dos torcedores aos estádios. Ainda segundo a reportagem, o Governo do Distrito Distrito Federal não respondeu se foi notificado pela petição.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Faça seu comentário
Digite seu nome