Página incial Destaque Início de uma Era: há dois anos, Flamengo anunciava contratação de Jorge...

Início de uma Era: há dois anos, Flamengo anunciava contratação de Jorge Jesus

4
0

Há exatos dois anos, no dia 01 de junho de 2019, o Flamengo anunciava a chegada de Jorge Jesus e mudava todo rumo de sua história recente. Há até quem diga que o Mister rubro-negro revolucionou o futebol brasileiro – que até hoje se divide em debates sobre o antes e depois do português. O sucesso foi tanto que abriu caminhos para novos treinadores estrangeiros no Brasil.

O clube oficializou o acordo entre as partes por meio de uma publicação nas redes sociais: “Jorge Jesus é o novo técnico do Flamengo. Em acordo selado com o presidente Rodolfo Landim, o treinador chega em meados de junho ao clube e assina contrato de um ano. Seja bem-vindo!”

Em apenas 57 jogos realizados pelo clube, o técnico proporcionou momentos emblemáticos e capazes de definir uma nova geração de rubro-negros. A curta trajetória – que resultou em seis títulos – foi concluída com 43 vitórias, dez empates, apenas quatro derrotas, 129 gols pró e 47 contra.

O primeiro título de Jorge Jesus foi o fim de uma exaustiva espera de 38 anos pela Glória Eterna: a Copa Libertadores da América. Antes disso, no entanto, continente já se rendia a um dos melhores times vistos nos últimos anos no futebol Sul-Americano. Na semifinal, por exemplo, 5 a 0 no Grêmio – último vencedor do torneio à época. Imposição diante do Internacional, com um agregado de 3 a 1 nas quartas.

Mais do que títulos, seu legado deixou recordes – e aquilo que antes só era possível com Zico se tornou realidade com Gabigol, guiado pelo português. Depois de reconquistar a América e sagrar-se heptcampeão brasileiro, sem sequer precisar entrar em campo para isso, o time de Jorge Jesus fez uma das melhores partidas de um clube brasileiro no Mundial – diante do Liverpool de Klopp.

Antes de se despedir, em julho de 2020, Jorge Jesus ainda conquistou a Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana, Taça Guanabara e Campeonato Carioca. Tornou-se cidadão honorário do Rio de Janeiro e levou todos troféus de melhor técnico no ano de 2019: Mesa Redonda, Craque do Brasileirão, Bola de Prata Placar/ESPN, O Globo e da Conmebol.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Faça seu comentário
Digite seu nome