Página incial Destaque Marcos Braz analisa adversário do Flamengo nas oitavas de final da Libertadores

Marcos Braz analisa adversário do Flamengo nas oitavas de final da Libertadores

3
0

O Flamengo encara o Defensa y Justicia pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O confronto foi definido em sorteio nesta tarde de terça-feira (1), em Luque, no Paraguai, sede da Conmebol. Em entrevista à FlaTV, o vice-presidente de Futebol, Marcos Braz, disse que preferia não pegar uma equipe argentina. Entretanto, comemorou o fato de ter escapado do lado “mais salgado” da chave, segundo ele.

De acordo com Braz, é sempre bom evitar times da Argentina. Mas destacou que viajar ao país vizinho facilita a logística para a delegação:

“É o que sempre falo, não mudo minha narrativa. Eu sempre torço para que não pegue argentino. Caiu, vamos jogar, vamos jogar com tranquilidade como se fosse qualquer um. Logística mais tranquila, sempre me preocupo com essas questões. Vamos analisar aí como vai ser o chaveamento, o caminho. A gente é otimista e analisa o caminho”, afirmou o vice.

Ao comentar a outra chave das oitavas, onde há clubes como Boca Jrs, River Plate, Palmeiras e outros, Marcos Braz comemorou o fato de o Flamengo não estar nela. Para ele, esse lado “é salgado”:

“É pedreira (risos). Mas é o Flamengo fazer o dever dele, do nosso lado tem o Inter, Vélez… querer achar que um Inter seja fraco é longe disso, tem muita tradição. Do outro lado está um pouco mais salgado”, disparou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Faça seu comentário
Digite seu nome