Página incial Do Lado de Fora do Campo Landim teria que se afastar do Flamengo caso aceite indicação para comandar...

Landim teria que se afastar do Flamengo caso aceite indicação para comandar a CBF

2
0

Nesta segunda-feira (26), a Justiça do Rio de Janeiro decidiu anular as eleições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), realizadas em 2017. Desse modo, toda a ‘chapa’ de Rogério Cabloco, afastado da entidade por acusação de assédio moral e sexual, será dissolvida. Além disso, em decisão tomada pelo Tribunal, o poder ficará com Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e Reinaldo Carneiro Bastos, mandatário da Federação Paulista de Futebol, por 30 dias. Em relação ao dirigente rubro-negro, pela ‘Lei Pelé’, caso Landim aceite o convite e se torne interventor da CBF, ele terá que se licenciar da presidência do Mais Querido.

Segundo o artigo 90 da Lei Pelé, “é vedado aos administradores e membros do conselho fiscal de entidade de prática desportiva o exercício de carga ou função em entidade de administração do desporto.”

A dupla formada pelo Fla e pela FPF, caso aceite o convite, não ficará muito tempo à frente da CBF. Isso porque, de acordo com o juiz Mario Cunha Olinto Filho, da 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Landim e Reinaldo comandarão a entidade por 30 dias e terão de formar nova eleição após o período. Vale destacar que nenhum dos dois poderá se candidatar à presidência.

Em nota conjunta, a dupla de mandatários assegurou que em breve dará uma posição sobre a nomeação: “Os presidentes da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, e do Clube de Regatas do Flamengo, Rodolfo Landim, informam que analisarão em conjunto com federações, clubes e advogados a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que os nomeiam interventores da CBF. Tão logo tomem uma decisão, os presidentes da FPF e do Flamengo se manifestarão publicamente.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Faça seu comentário
Digite seu nome